O Crescimento Do Comércio Eletrônico

O Crescimento Do Comércio Eletrônico 17/09/2021

Um dos maiores motivos do crescimento eletrônico dos últimos 5 anos foi a pandemia de COVID-19 que marcou o ano de 2020 e deu início a uma nova era para o varejo. Segundo dados de uma pesquisa da McKinsey revelam que esse cenário global foi o responsável por gerar, em apenas 90 dias, mudanças no comércio eletrônico e no comportamento do consumidor que aconteceriam em 10 anos.
Atualmente, com R$ 35,2 bilhões em vendas entre janeiro e março de 2021, o e-commerce brasileiro registrou aumento de 72,2% na comparação com 2020.
Segundo o Movimento Compre&Confie, o e-commerce foi ampliado em 56,8% no ano passado se comparado aos primeiros meses de 2019. Isso porque atualmente fazer compras online está muito mais fácil para os consumidores de todas as idades.
Com as expectativas altíssimas dos consumidores em obter a melhor experiência de comércio eletrônico, a necessidade de os varejistas fornecerem a mesma para seus clientes nunca foi tão essencial — desde uma entrega barata e eficiente no dia seguinte até provadores virtuais onde você pode experimentar roupas no conforto da sua própria sala de estar.
Obviamente isso não se baseia apenas em lojas de roupas. Atualmente é possível adquirir qualquer produto via internet, até mesmo de outros países.
Hoje em dia os sites e-commerce contam com diversos benefícios para os clientes, tais como preço diferenciado da loja física, cupom de desconto, troca e devolução, assistentes virtuais, chat, entre outros. Todas essas alternativas garantem ao consumidor uma experiência diversificada no conforto da sua casa, fazendo com que esse mercado cresça cada dia mais.
Porém, esses benefícios não se privam apenas no consumidor, o empreendedor também possui diversas vantagens, como, por exemplo, redução ou eliminação de custos com aluguel de espaços físicos (visto que o proprietário pode alocar os seus produtos em sua própria residência), com funcionários (uma vez que geralmente quem opera em um e-commerce precisa de um quadro menor de colaboradores).

fontes: Tray corp
CanalThec

Postado em E-commerce

Deixe um comentário